tipos de tarot
Dicas

Entenda os diferentes tipos de Tarot

Alguns dos baralhos mais conhecidos do mundo são as cartas Tarot, com muitas diferenças e significância. A cada ano pelos mais de 100 novos baralhos se espalham por lojas do mundo inteiro.

Desde versões mais antigas para as atuais, as criações artísticas de um baralho Tarot chamam muito a atenção. Apesar da imensa diferença entre os baralhos, você já se perguntou por que existem tantos?

Confira agora os detalhes mais curiosos de um baralho de Tarot e toda a sua história.

Cartas de Tarot: 78 arcanos

Para início de conversa, todo o conjunto precisa ter 78 cartas, divididas em dois grupos: 22 arcanos maiores e 56 arcanos menores. As principais cartas dos grupos são os Paus, Espadas, Ouros e Copas. Digamos que já é a estrutura de praxe, existente desde o período da Idade Média.

22 arcanos maiores são as cartas do número 1 até 21, sendo o arcano sem número chamado de Louco.

Os 56 arcanos menores estão divididos entre os quatro principais naipes.

Cada naipe possui 40 cartas que são numeradas dos números 1 ao 10. 4 cartas da corte para cada naipe. Princesa, o Cavaleiro, Rainha e por fim o Rei.

Se você tem interesse em fazer uma consulta espiritual online, visite essa página.

Conheça alguns dos baralhos de Tarot mais vendidos no mundo

Tarot de Marselha: Conhecido pelos 4 cantos do mundo, o Tarot de Marselha é talvez um dos mais antigos e até hoje muito popular. Não se há provas concretas do seu ano que foi descoberto, porém é bem provável que já existe desde o século retrasado.

Por ter sido produzido no norte da França, na cidade de Marselha, logo ele migrou para outros países europeus, como a Itália. No Sul da Itália ele começou a ser copiado e ganhou maior repercussão.

Com imagens que remetem as batalhas medievais, as suas cores se remetem aos recursos gráficos da antiguidade. É um barulho clássico, muito conceituado e bem estruturado.

Rider-Waite Tarot: Considerado o baralho de Tarot mais vendido até hoje, ele foi produzido pelo inglês Arthur Edward Waite. Desde 1910 a público, o baralho também segue os moldes tradicionais, com ilustrações e numerações práticas.

Algumas alterações em relação a outros baralhos de Tarot foram produzidas para esta edição, como por exemplo, nas imagens das copas. Até hoje grande parte desse baralho serviu para outras cópias e inspirações e é usado como referencia em alguns cursos de tarot.

O que é o tarot mitológico?

Desenvolvido pela astróloga americana Liz Greene, este baralho já ganhou diversas traduções e vendas ao redor do mundo. Seu ano de fundação foi em 1986.

Se adaptou as características medievais e a mitologia grega. É uma contribuição muito relevante para o universo do Tarot, buscando a risca uma série de associações.

Mantem firmemente o símbolo do Tarot e os símbolos da narrativa grega. Um fenômeno de vendas, mas que requer alguns cuidados.

O seu simbolismo rico não se discute, porém, a sua essência é um pouco diferente do tradicional e mais conhecido baralho Tarot de Marselha. Para Liz, o mais importante é a essência e o significado das cartas. Isso contribui na imagem marcante de um baralho.

Qual o melhor baralho?

cartas tarot

Todas as renovações do baralho de tarot devem ser vistos como um avanço na questão tecnológico. Sendo praticamente infinitas as capacidades de criação, o que mais importa é sua decisão e o baralho que mais te agradar, não dependendo da questão estética apenas.

O que todos concordam é que é muito difícil resistir aos mais variados temas e estilos, além de toda a simbologia contida nas cartas.

Gostou desse tema? O melhor baralho de Tarot sempre irá de sua interpretação. Deixe sua sugestão e comentários para a gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *