Dicas

Como garantir a durabilidade dos pneus

Os pneus são um dos itens mais esquecidos na manutenção de nossos carros. Às vezes devido ao descuido, e outras vezes por questão de economizar, no entanto, o fato é que muitos pneus passam mais tempo do que deveriam ser montados nos carros, muitas vezes em condições que comprometem a segurança ao dirigir. Saiba como garantir a durabilidade dos pneus, aqui neste artigo.

Seguir esta série de dicas não apenas prolongará a vida útil dos pneus, mas também protegerá os ocupantes do veículo e seus arredores, além de reduzir o consumo de combustível. Além disso, evita que aconteçam imprevistos em vias públicas, os quais necessitem do serviço de guincho São Paulo 24 horas.

Recomenda-se verificar os pneus uma vez por mês e sempre antes de uma viagem prolongada, para que a segurança possa ser maximizada na estrada.

Dicas para aumentar a vida útil dos pneus
Pressão correta

A pressão excessiva causará maior desgaste na parte central do pneu, além de reduzir a superfície de contato com o asfalto e, portanto, reduzir a aderência. O mesmo acontece se tivermos uma pressão muito baixa, o que causará desgaste irregular (desta vez na parte externa do pneu) e reduzirá a superfície de contato.

Modifique as pressões de acordo com a carga

Os fabricantes têm uma medida de pressão nominal que deve ser mantida para o desgaste adequado dos pneus. Porém, se formos viajar com certa carga, a pressão do pneu varia, pois se o carro estiver carregado sem elevar as pressões, o resultado seria semelhante ao de transportar os pneus vazios.

Consulte o manual de fabricação do seu veículo para saber quais os níveis de pressão devem ser utilizados.

 Evite aceleração e frenagem súbita

Juntamente com a pressão dos pneus, o estilo de direção é um dos principais fatores que afetam a duração dos mesmos. Esse tipo de comportamento produz maior desgaste, aumentando as forças e torções no pneu, algo que, por sua vez, também causa aumento da temperatura e subsequente degradação da borracha. Portanto, se você é um daqueles que gosta de cantar pneu e frear no último minuto, o desgaste será muito maior.

Evite alta velocidade ao fazer curvas

A maneira de desenhar as curvas é outro fator importante no desgaste dos pneus. Se traçarmos um caminho menos forçado ao desenhar as curvas, reduziremos o desgaste dos pneus, especialmente na parte externa. Isso é especialmente notável em locais com muitas rotatórias, pois fazer as curvas em alta velocidade, faz com que as rodas do lado direito sofram maior desgaste do lado de fora.

Evite dirigir em alta velocidade

Esse comportamento não é apenas ilegal se excedermos os limites de velocidade marcados, também causa maior aquecimento do pneu e geralmente está associado a fazer curvas mais fortes nos cantos, além das fortes acelerações e frenagens. O resultado final será o desgaste dos pneus antes do desejado.

Alinhamento

Um meio-fio ou buraco pronunciado pode fazer com que a direção perca seu alinhamento correto. Se isso ocorrer, as rodas começarão a suportar mal, algo que fará com que os pneus comecem a se desgastar de forma irregular e prematura. O mesmo acontece no eixo traseiro se houver diferenças ou folgas na suspensão. Realize a manutenção preventiva e reduza a velocidade ao passar por estradas irregulares.

Cuidado com solavancos e fricções nos pneus

Evitar buracos profundos ou passar por eles em baixa velocidade pode impedir deformações nos pneus. Também é importante ter cuidado com as calçadas ao estacionar, o que pode causar danos irreparáveis ​​ao pneu. Além disso, pode acontecer que esses danos sejam imperceptíveis aos olhos e não apareçam no momento, mas possam se manifestar com o tempo. Isso é especialmente problemático em carros com pneus de perfil baixo, que podem ser apertados entre o meio-fio.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *