Dicas Empresa

Escolhendo um advogado do trabalho: como e quando

Escolher um advogado para qualquer assunto não é uma questão fácil. Tampouco está escolhendo um advogado trabalhista. A falta de conhecimento em questões trabalhistas pode causar um trabalhador desprotegido . Desde o primeiro momento em que você sofre de um problema trabalhista, como demissão ou não pagamento de salário, é altamente recomendável que você se coloque nas mãos de um advogado trabalhista.

advogado

Confira também: Tudo sobre uma holding.

Funções de um advogado trabalhista

Entre as diferentes  funções desempenhadas por um advogado trabalhista, podemos destacar:

  • Assessoria em direito do trabalho, individual e coletivo.
  • Questões de segurança social: deficiência, aposentadoria, pensões …
  • Representá-lo em processos judiciais em questões trabalhistas.
  • Assessoria em tudo relacionado a contratos de trabalho.
  • Registros de Regulação de Emprego (ERES).
  • Negociação de acordos coletivos.
  • Demissões e penalidades.
  • Casos de assédio no local de trabalho e assédio moral.
  • Acidentes de Trabalho
  • Reivindicação de quantidades.

Como e quando escolher um advogado trabalhista

Há muitos pontos que precisamos levar em consideração para escolher um bom advogado trabalhista. Quais pontos são os mais importantes? Aqui você tem uma lista de tudo o que devemos valorizar ao escolher.

Experiência

Em primeiro lugar, a experiência,  apenas um advogado experiente pode nos oferecer os melhores conselhos e cuidar melhor de nossos interesses e de todos aqueles que vêm à sua consulta.

Especialização

Outro valor muito importante é a especialização. Nem todos os advogados fazem o mesmo Existem advogados especializados em direito constitucional, direito internacional privado, direito penal, direito administrativo, direito comercial, direito processual civil ou  advogado trabalhista.

Proximidade

A proximidade geográfica também é um ponto fundamental, pois em um processo judicial, em muitos casos, você precisará visitá-lo, ver a evolução do caso ou entregar documentos.

Taxas

O custo, as taxas a serem cobradas.  Não deve ser o ponto fundamental para escolher um advogado, mas devemos conhecer os honorários com todos os cenários possíveis; Ambos positivos e negativos.

Confiança

A confiança. Tendo em vista que nos representará em tópicos muito delicados, se você tiver alguma dúvida de que não é a pessoa certa, procure outro profissional com quem se sinta mais à vontade e ofereça mais garantias de sucesso.

Atenção

A atenção que você nos dá. Muitas vezes, procuramos um grande profissional, mas dificilmente mostramos atenção ou respeito adequados à nossa situação. Com isso, não estamos duvidando de todo o profissionalismo de qualquer advogado, mas, às vezes, se ele toma muitos casos no momento em que o procuramos, ele pode não ser capaz de nos dar toda a atenção necessária.

Referências

Referências É sempre bom pedir referências ao advogado que você procura, se um amigo ou membro da família o recomendou, você já saberá seus pontos fortes. De qualquer forma, as referências que você nos fornece são importantes.

Sucessos em casos semelhantes

Em relação à experiência de que falávamos antes e também às referências, é importante ao escolher um advogado o sucesso que você teve em casos semelhantes aos nossos. Dentro da especialização do advogado trabalhista, há mais especialistas em demissões, outros em assédio moral, outros em negociações de acordos ou acidentes de trabalho ou no ERES. Dependendo do motivo pelo qual precisamos, escolheremos um ou outro e levaremos em conta o prestígio e os casos que venceram.

 

Continue Reading
Empresa

O que é e como é trabalhar em um Coworking em Curitiba?

Cada vez mais, os ambientes de coworkings em Curitiba são procurados . Estima-se que houve um crescimento de mais de 400% nos últimos três anos e registrando mais de 1,1 mil espaços compartilhados em todo o Brasil.

O coworking é um ambiente de trabalho compartilhado, no qual empresas, empreendedores e profissionais freelancers podem locar horas diárias, semanais ou mensais de um espaço ou de uma sala para trabalhar, conforme a sua necessidade.

Nesse ambiente, é possível estar em um lugar compartilhado de trabalho, usufruindo de um aluguel mais barato que uma sala convencional e com os benefícios que cada coworking oferece.

Entre as principais vantagens da coworking, estão o seu preço que, além de ter o aluguel de uma sala mais barata que a convencional, não há a inclusão de outras despesas, como luz, água, IPTU, etc…

Além disso, o coworking oferece outros benefícios para o associado, como cozinha compartilhada, sala de reuniões e espaços para eventos, além de outras vantagens oferecidas de acordo com cada espaço.

O seu uso por profissionais freelancers também se mostra mais eficiente do que o home Office, uma vez que não há as distrações da casa, aumentando o foco em um ambiente que incentiva a produtividade.

coworking em curitiba

Por fim, estar frequentando um coworking estimula o networking, através do uso de um espaço no qual passam empreendedores e freelancers de várias áreas, permitindo mais facilidade para encontrar profissionais para parcerias estratégicas.

Para quem deseja empreender em Curitiba e precisa de um ambiente de coworking, O Penal é o lugar certo para você, localizado no Ahú, perto do Museu Oscar Niemeyer, O Penal é um excelente ambiente compartilhado para iniciar o seu negócio.

Através de sua diversidade de salas privativas, ideal para empresas que estejam começando e desejam um local para trabalhar, e de seus ambientes de coworking, perfeito para empreendedores e freelancers, O Penal tem uma estrutura completa, com cozinha compartilhada, sala de reuniões, ferramentas compartilhadas e espaço zen para descanso.

Marque um horário conosco e venha conhecer a nossa estrutura, estamos localizados na Rua Francisco de Paula Guimarães, 70, Ahú – Curitiba/PR.

Entre em contato pelo telefone (41) 3121-5000 ou pelo Whatsapp (041) 99111-5416.

Pricipais Coworkings do País

  1. O Penal Coworking
  2. EDX Coworking
  3. BUCC
  4. Nexo

Para mais informações entre em contato conosco.

 

 

 

Continue Reading
O-que-é-Offshore
Empresa Finanças

O que é Offshore

O que é Offshore ?

O que é Offshore, refere-se a um local fora das fronteiras nacionais, quer este local seja ou não baseado em terra ou água. O termo “offshore” pode ser usado para descrever bancos, corporações, investimentos e depósitos estrangeiros. Uma empresa pode deslocar-se legitimamente para o exterior para fins de evasão fiscal ou para desfrutar de regulamentações relaxadas. Instituições financeiras offshore também podem ser usadas para fins ilícitos, como lavagem de dinheiro e evasão fiscal.e 0%

O-que-é-Offshore

QUEBRA PARA BAIXO Offshore

Offshore pode se referir a uma variedade de entidades ou contas baseadas no exterior. Para se qualificar como offshore, as contas ou entidades devem ser baseadas em qualquer país que não seja o país de origem do cliente ou do investidor. Muitos países, territórios e jurisdições têm centros financeiros offshore (OFCs). Estes incluem centros bem conhecidos, como a Suíça, Bermuda e as Ilhas Cayman, e centros menos conhecidos, como Maurício, Dublin e Belize. O nível de padrões regulatórios e transparência difere amplamente entre os OFCs. Os defensores dos OFCs argumentam que eles melhoram o fluxo de capital e facilitam as transações comerciais internacionais.

Negócios Offshoring

Nos termos das atividades de negócios, o offshoring é frequentemente chamado de terceirização  – o ato de estabelecer certas funções de negócios, como manufatura ou call centers, em um país diferente daquele em que a empresa faz negócios com mais frequência. Isso é muitas vezes para aproveitar as condições mais favoráveis ​​em um país estrangeiro, como exigências de salários mais baixos ou regulamentos mais frouxos, e pode resultar em economias significativas de custos para o negócio.

Investimento Offshore

Investimento Offshore pode envolver qualquer situação em que os investidores residam fora do país em que eles estão investindo. Essa prática é usada principalmente por investidores de alto patrimônio líquido, já que o custo para operar contas no exterior pode ser notável. Investimento offshore pode exigir a criação de contas no país em que o investidor deseja investir.

Bancos Offshore

Bancos Offshore envolvem a garantia de ativos em instituições financeiras em países estrangeiros, que podem ser limitados pelas leis da nação natal do cliente, podem ser usados ​​para evitar certas circunstâncias desfavoráveis, caso os fundos sejam mantidos em uma instituição financeira no país de origem. Isso pode incluir a evitação de obrigações fiscais, além de dificultar a apreensão desses ativos por uma pessoa ou entidade no país de origem. Para aqueles que trabalham internacionalmente, a capacidade de economizar e usar fundos em moeda estrangeira para transações internacionais pode ser um benefício, que pode fornecer uma maneira mais simples de acessar fundos na moeda necessária, sem a necessidade de responder por taxas de cambio mudam rapidamente.. Como os regulamentos bancários variam de país para país, é possível que o país em que os serviços bancários offshore sejam conduzidos não ofereça as mesmas proteções que os outros países.

Offshoring e lucros da empresa

Empresas com vendas significativas no exterior, como Apple Inc. e Microsoft Corp., podem aproveitar a oportunidade para manter lucros relacionados em contas no exterior em países com menor carga tributária. Em 2015, estimou-se que US $ 2,10 trilhões em lucros foram mantidos no exterior, em 304 corporações dos EUA, o que representou um aumento de 8% em comparação com 2014.

 

Continue Reading