5 chaves para começar uma horta em casa

Se você decidiu separar um canto de sua casa para natureza e transformá-lo em uma pequena horta, mas trabalhar com terra é algo novo para você, então descrevemos as chaves para iniciar um jardim em casa, seja no seu terraço ou na varanda.

1. Escolha o local do jardim

A luz direta é essencial para o crescimento das plantas, por isso devemos primeiro saber qual é a varanda ou terraço com a maior insolação.

O recomendado é ter no mínimo 6 horas por dia de sol. Caso o espaço escolhido tenha menos horas de luz, consideraremos o cultivo apenas na primavera e verão e com espécies pouco exigentes quanto ao sol.

2.Prepare a disponibilidade de água

Como a irrigação vai ser uma das tarefas mais importantes e repetitivas, é necessário pensar sobre onde vamos obter água e como iremos irrigar o nosso pequeno jardim, para que não se torne uma tarefa árdua e tediosa.

O mais fácil é localizar o jardim perto de uma torneira de água corrente e instalar um sistema de gotejamento (embora se tivermos alguns potes, 4 ou 5, podemos usar um regador ).

Lembre-se de impermeabilizar o local com lona transparente para não encher seu quintal de aguá.

3. Coloque os recipientes onde plantar

Quando não se tem um jardim, a opção é usar contêineres, sejam eles de plastico, cimento ou madeira. As opções que podemos escolher são plantadores, cujo tamanho depende da exigência de cada vegetal (alface, rabanetes e acelga desenvolver pouco raiz enquanto tomates, pepinos, beringelas e couve requerem vasos maiores, 20-30 L volume) mesas de cultivo ou recipientes reciclados.

Nós também podemos projetar um pequeno canteiro, limitado por madeira ou blocos de concreto, estancados com lona plastica preta e depois preenche-lo de subtrato.

Em qualquer caso, devemos facilitar a drenagem, colocando uma camada de cascalho na base do recipiente antes de enchê-lo com o substrato, para evitar a poça no fundo e “sufocar” as plantas.

4.Prepare o substrato

Ao plantar em contêineres, a quantidade de terra em que a planta se desenvolverá é limitada. Esta característica torna necessário o uso de substratos ao invés de solo mineral, que são capazes de fornecer nutrientes, reter água, ter boa aeração e não são pesados, para não pesar o terraço.

No mercado, você pode encontrar substratos universais já preparados para um iniciante, desde que não seja para plantas de interior ou plantas com flores.

No entanto, em uma segunda fase ou se queremos fazer as coisas desde o início, podemos preparar nosso próprio substrato à base de fibra de coco e composto, na proporção de 60% e 40% de cada um deles.

5. Use mudas

Para começar, é melhor usar mudas para plantar nossos primeiros vegetais, que dependendo da estação, você pode obter alguns vegetais ou outros nos viveiros. Desta forma, asseguramos que as plantas cresçam fortes e saudáveis.

Caso não encontre mudas, podemos optar por preparar os canteiros, sempre levando em conta o tempo de plantar mais adequado para a espécie, que geralmente é indicado na embalagem das sementes.

Além disso, também é aconselhável começar com culturas fáceis de manejar e com poucos problemas de doenças ou pragas.

No começo podemos cometer muitos erros por não sabermos a quantidade de luz ou água que vai melhor para cada planta, ou se o substrato usado não for o ideal… Mas todo erro, toda dificuldade, nos ajudará a aumentar nossa experiência e tomar melhores decisões no futuro. Portanto, vamos nos desesperar e ser constantes, porque o resultado será reconfortante, além de saudável.

Fonte: Brindes personalizados

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *